Make your own free website on Tripod.com
MUNDIGEO

7º Série

Home
Década de 90: A Década da pobreza
A História da Organizações Econômicas
As Origens do Mundo Atual
Iraque
Fotos da Nova ( Des ) Ordem Mundial
ALCA
Segunda Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Revolução Russa - 1917
Crise no Capitalismo - 1929
Mundo Pós-Guerra
Nova Ordem Mundial
Tríade Mundial
Neoliberalismo
Xenofobia
Angola
Globalização e a Divisão Internacional do Trabalho
Brasil
Estados Unidos
Cuba
México
China
6º Série
7º Série
Espaço Geográfico
Modo de Produção
João Paulo II
Yasser Arafat
8º Série
1º Ano
2º Ano
Os Efeitos Negativos da Globalização
3º Ano
Globalização e Reginalização do Espaço Mundial
A Reginalização do Espaço Mundial
A Bipolarização e a Guerra Fria
A Multipolaridade e os Blocos de Poder
A Multipolaridade e as Tensões e Conflitos Emergentes
A Globalização e a Divisão Internacional do trabalho
A Globalização e Contarstes Regionais
A População Mundial
O Crescimento Demográfico no Mundo e a Produção de Alimentos
Distribuição Espacial e Mobilidade
A Estrutura da População Mundial
A Distribuição da População por Setores de Atividade
Etnias e Racismo
Urbanização,Metropolização e Pobreza
Etapas da Industrialização
A Importância da Industrialização no Mundo Conteporâneo
Os Impactos da Tecnologia na Economia Mundial
Tecnologia de Ponta e as Novas Localizações Industriais
A revolução Técnico-científica e a reorganização do espaço
O Papel dos Transportes e das Comunicações na Redução dos Custos de Produção.
O Comércio Internacional na Nova Ordem Mundial.
A Importância dos Recursos Energéticos nas Sociedades de Consumo.
As Fontes Tradicionais e Alternativas de Energia.
A Problemática Energética da Atualidade.
Meio Ambiente e Paisagens Naturais .
Problemas Ambientais Rurais e Urbanos.
A Degradação do Meio Ambiente.
Políticas Para o Aproveitamento dos Recursos Naturais.
Desenvolvimento e Questão Ambiental.

1. (UFSM RS)



Essa é a dança do desempregado

Quem ainda não dançou tá na hora de aprender

A nova dança do desempregado

Amanhã o dançarino pode ser você.

(Gabriel, O Pensador)





Esses versos remetem à reflexão sobre o desemprego.

Com relação a esse assunto, é incorreto afirma:



a) Com a Globalização da economia, intensifica-se a transferência de empresas e tecnologias para os países onde os salários são mais baixos e as normas que regem o sistema de empregos, mais rígidas, o que garante a estabilidade econômica das corporações transnacionais.

b) Nos países em que as empresas investem em informatização e robótica, verifica-se o desemprego estrutural, que ocorre independentemente do crescimento ou da crise da economia.

c) As empresas perdem a bandeira da Pátria e ignoram fronteiras, instalando suas fábricas onde a mão-de-obra é mais barata e passando a extrair a mais-valia em escala mundial.

d) Nos países subdesenvolvidos, a diminuição da taxa de emprego na indústria é parcialmente compensada por um aumento da taxa de ocupação no Setor Terciário e Informal.

e) A crescente informatização do Setor Terciário elimina cada vez mais possibilidade de absorção de mão-de-obra, fator que explica, em parte, o número crescente de desemprego no mundo dos países ricos.



2. Sobre as Origens Históricas do Subdesenvolvimento podemos afirmar:



( ) No século XVI a ideologia predominante na Europa era a de Acumulação Primitiva de Capital. Foi justamente movida por essas idéias que Portugal e Espanha partiram no que ficou conhecido como as Grandes Navegações Marítimas Comerciais, iniciando assim um relacionamento entre descobridores e descobertos.



( ) Com a descoberta das Novas Terras o mundo passou a ser dividido entre Metrópole e Colônia. Entre elas se estabeleceu uma relação comercial desigual, onde a Colônia Exportava matéria-prima a preços baixos e Importava das Metrópoles produtos Manufaturados. Como os produtos manufaturados eram mais caros quem saia lucrando eram as Metrópoles, por isso foi se distanciando economicamente das Colônias.



( ) Quando as Colônias separam-se politicamente surgem os Países Desenvolvidos e Subdesenvolvidos.



( ) Quando as Colônias separam-se economicamente surgem os Países Desenvolvidos e Subdesenvolvidos.



( ) O que impediu as Colônias desenvolverem-se foi a questão do clima tropical.



A seqüência correta é:



a) FFFFF.

b) VVVVV.

c) VFVFV.

d) FVFVF.

e) VVVFF.



3. Sobre a fome que atinge grande parte da população dos países do Sul, Subdesenvolvidos, coloque V ou F:



( ) O quadro natural dos países do Sul apresenta um obstáculo para produção agrícola em larga escala.

( ) A fome é causada pela Explosão Demográfica.

( ) A fome não é um problema político, mas sim de produção insuficiente de alimentos.

( ) Os alimentos são mercadorias passíveis de especulação por parte dos atravessadores que se localizam estrategicamente entre os produtores e os consumidores.

( ) A distribuição da terra é muito desigual nos países do Sul.

( ) A maior parte da produção agrícola é voltada para atender o mercado externo.

( ) Somos o país do alimento, mas a maioria da população não tem o que comer. A existência da fome é o fenômeno mais irracional de nossa sociedade.

( ) A fome está intimamente ligada ao crescimento populacional e aos problemas ambientais, como por exemplo, a desertificação que diminui o total de áreas férteis para o plantio.



A seqüência correta é:



a) FFFVVVVV.

b) VVVVFVFV.

c) FFFFVFVF.

d) FFFVVVVF.

e) VVVVFFFF.



4. Vivemos num mundo cada vez mais interconectado em termos culturais e econômicos, unificado financeiramente dirigido por inúmeras organizações transnacionais, é o chamado mundo globalizado, principal característica da Nova (Des)Ordem Mundial. Sobre esse período é correto afirmar que:



1. A Guerra agora é travada nas bolsas de valores de mercadorias em todos os mercados, as estratégias e táticas são traçadas pelos grandes corporações transnacionais.



2. A invasão de agora é silenciosa de mercadorias, capitais, serviços, mais eficientes do que os exércitos.



3. Os países se organizam em blocos para garantir mercado, complementar sua economia e se fortalecer.



4. Esta Nova Ordem Mundial resolveu os problemas parcialmente, pois antes as guerras eram mundiais e hoje são conflitos localizados.



5. A Globalização trata-se de um processo exclusivamente econômico liderado pela ação das empresas transnacionais, agora chamada firmas globais.



6. Esta Nova Ordem Mundial acabou gerando uma maior segurança em relação à melhoria dos padrões sociais, pois é visível a informatização de toda a sociedade.



Os Itens corretos são:



a) VVVFFF.

b) VVVVFF.

c) FFFVVV.

d) VVVFFV.

e) FVFVFV.



5. Sobre Globalização leia os Textos a seguir:



Texto 1 :

A Sociedade Global!

As pessoas se alimentam, se vestem, moram,

Se comunicam, se divertem, por meios de bens

E serviços mundiais, utilizando mercadorias,

Produzidas pelo capitalismo mundial, globalizado.

Suponhamos que você vá com seus amigos comer Big Mac e tomar coca-cola no McDonald`s.

Em seguida, assiste a um filme de Steven Spielberg e volta para casa num ônibus de marca Mercedes.

Ao chegar em casa, liga seu aparelho de TV Philips para ver o vídeo clip de Michael Jackson e, em seguida, deve ouvir um cd do grupo Simply Red, gravado pela BMG Ariola Discos em seu equipamento Aiwa.



Texto 2 :

A mundialização é antes de mais nada uma sorte para as empresas privadas, porque pode arrasta-las para a ação. Elas serão obrigadas a melhorar sua produtividade para ganhar mercados e não perder os que já tem. Elas terão que fazer como as empresas americanas e asiáticas. Nós devemos nos bater para aumentar a competitividade de nossas economias, organizar nossos mercados (...), num quadro de integração regional. As vantagens que tudo isso confere é um mercado regional amplo para as empresas (...)

(Boni Yayi, presidente do Banco Oeste Africano de Desenvolvimento. In: Journal Le Soleil, 7 de jul. 1996, Senegal).

Sobre os Textos acima e os seus conhecimentos no assunto é correto afirmar que:



( ) Os dois textos apresentam uma visão igualmente positiva em relação ao processo de expansão capitalista.

( ) O Texto 1 afirma que o capitalismo globalizado está eliminando as particularidades culturais dos povos da terra.

( ) O Texto 2 pode-se observar, uma visão positiva da Globalização (mundialização) está presente em várias partes do mundo. Considerando as dificuldades da África para que essa perspectiva se concretize.

( ) O Estado-Nação no processo de Globalização perde todo e qualquer papel, devendo desaparecer ao longo da história.

( ) Os países Centrais querem dos Periféricos a matéria-prima, a mão-de-obra barata, os recursos naturais e o mercado consumido limitado.

( ) Apesar de ser fortemente influenciado pelas relações econômicas, também apresenta características que alteram a vida política e cultural do planeta.



A seqüência correta é:



a) VVVVVV.

b) VVVFFV.

c) FFFVVF.

d) FVVFFV.

e) VVFFVV.


6. Faça uma análise das questões acima, exponha seu pensamento sobre os temas abordados. Em seguida fale sobre a América do Sul e o El niño.

PAÍES CENTRAIS E PERIFÉRICOS



Já falamos que o mundo é dividido em diferentes regiões seguindo critérios históricos, político e econômico, além dos naturais como Norte/Sul. Hoje você vai conhecer uma outra maneira de dividir os países do mundo; Centrais e Periféricos. Novos rótulos para Pobres e Ricos!

Com o fim da União Soviética no final dos anos 80, o modelo de economia dirigido pelo Estado proposto pelo Socialismo Real entrou em crise profunda. O Capitalismo tão fortemente tão fortemente representado pelos Estados Unidos quase um padrão mundial, criando novas regras para a Divisão Internacional do Trabalho.

Com o fim da bipolaridade entre Estados Unidos e União Soviética como podemos então dividir o mundo? O grau de desenvolvimento econômico e tecnológico, além da qualificação da mão-de-obra que cada país apresenta pode ser um caminho para investigarmos a resposta.

(...) * a essa altura os Estados Unidos já eram donos da economia mais vigorosa do continente, vivendo o auge do Capitalismo Industrial enquanto seus vizinhos ainda se baseavam na agroexportação. Hoje com o fim da Guerra-Fria, o nosso grande irmão do norte se tornou a potência hegemônica do planeta.

Você já abriu a porta com o som da própria voz? E levar seu histórico médico no bolso? Já participou de uma reunião de pés descalço? Um dia você vai fazer tudo isso! Essa é uma das mais famosas campanhas de publicidade americana. É da imprensa AT&T que nasceu com Alexandre Graham Bell, em 1876. de lá para cá ela foi instalando telefone nos Estados Unidos inteiro, transmitiu a voz humana ao outro lado do oceano atlântico, instalou os primeiros cabos submarinos, lançou o primeiro satélite comercial e permitiu que o presidente Richard Nixon falasse com os astronautas na lua e se tornou líder mundial em tecnologia da informação.

Os países Ricos, Desenvolvidos podem ser qualificados como Centrais. Os governos dos principais países Centrais formaram um grupo para organizar a economia mundial. O nome desse grupo dos 7 países mais ricos é Grupo dos 7, mais conhecido como G7.

Seguindo esse critério o segundo conjunto é formado pelos países Pobres, com Indústrias pouco avançadas, Serviços com tecnologias mais atrasadas e principalmente com trabalhadores com pouca ou nenhuma qualificação, são os países Periféricos.

*Gente, gente...gente que não acaba mais, parece que não existem espaços vazios. Essa é a primeira impressão que a gente tem da Índia. É, mas é apenas o começo! A Índia no Sul da Ásia tem a 2a maior população do planeta, só perde para China. Aqui numa área menor que a metade do Brasil vivem quase 1 milhão de pessoas. Durante séculos a Índia foi sinônimo de riqueza, mistério e fé. A religião é fundamental na vida do indiano, quase todos são hinduístas, quer dizer, acreditam na reencarnação, acreditam que terão muitas vidas na terra. Para esse povo a cidade mais sagrada é Benares, que fica na margem esquerda do rio Ganges. Percorrer os becos e vilas de Benares é sinônimo de surpresa. Para nós é um mundo quase impossível de decifrar. Em pleno século XXI a sociedade indiana ainda se organiza em Castas. Embora esse sistema não exista oficialmente ele marginaliza os sem castas, os páreas, os Intocáveis. Jaipur, a capital do Estado do Rajastão fica no norte da Índia. Jaipur tem 7 portões de entrada e é chamada de Cidade Rosa. Cor que para os indianos significa boas vindas, e eles adoram o rosa. Quase 3 milhões de pessoas vivem aqui. Como em toda Índia, em Jaipur elas são divididas em castas. No passado eram só 4, hoje são mais de 500. Para quem entende é fácil saber quem é quem na Índia. Dependendo da qualidade do tecido, da cor e da maneira como o Sare é usado, já se sabe por exemplo qual a casta da mulher.

Nos países periféricos, ao contrário dos Centrais, predominam condições sociais precárias, indústrias pouco avançadas, serviços com tecnologia mais atrasada e principalmente trabalhadores com pouca ou nenhuma qualificação e salários mais baixos.

Muitos desses problemas dos países Periféricos, também ocorrem nos países Centrais. Só que até os desempregados dos países Centrais podem ter melhores condições do que desempregados nos países Periféricos. Com melhor assistência social e melhor seguro desemprego.

Mas que tipo de relação os países Centrais costumam estabelecer com os países Periféricos?

Um acontecimento histórico no final dos anos 80 aumentou ainda mais a influência e o domínio dos países Centrais sobre os Periféricos. Com o fim do Socialismo Real, a hegemonia do Capitalismo ampliou-se, as fronteiras econômicas praticamente desapareceram. Estamos na Era da Globalização!

* Desde o fim do Socialismo as fronteiras dos países passaram a ter menos importância para o Capital e para as empresas multinacionais, a expansão do capitalismo transformou o mundo num grande mercado, onde as multinacionais, os Estados e as pessoas trocam bens. O dinheiro se tornou um valor virtual e passou a mudar de mãos de forma fácil e rápida. Só para se ter uma idéia, no mercado de cambio entre 1 e 3 trilhões de dólares circulam diariamente pelo mundo. Durantes as crises globais, os governos não contam com meios eficazes para defender a economia. Assim foi, quando o México e mais tarde os países asiáticos entraram em crise.

Clóvis Brigagão  Dir. Adjunto Centro de Estudos das Américas: A Globalização invade seu território sem pedir licença... Era como se você estivesse dentro de casa e entrasse uma espécie de invasor. Então você também tem que criar mecanismos de compensar essa invasão que é através do seu território.



*A Globalização também transformou o mercado financeiro. Se o país oferece altas taxas de juros passa a atrair investimentos em massa. Em compensação qualquer sinal de crise, provoca a saída desse capital num simples clicar do mouse do computador.

Certamente já passaram pela tua cabeça exemplos de países Periféricos e Centrais. Mas será que só existem países dessas duas categorias?

Existem países que são Periféricos e Centrais ao mesmo tempo?



Sim ( ) Não ( )



A resposta é Sim! Existem países que internacionalmente são Periféricos, mas dentro de sua região são Centrais. Um bom exemplo dessa classe média dos países é o Brasil! Dentro do Cone Sul ele tem a influência de um país Central, exportando seus produtos, seus serviços e possuindo em alguns setores mão-de-obra melhor qualificada do que seus vizinhos. Mas internacionalmente, o Brasil é um país de influência Periférica, tanto do ponto de vista político quanto econômico.

Essas nações que possuem alguma influência regional e que são chamadas por alguns de Emergentes e por outros de Semiperiféricos, despertam o interesse por parte dos investidores estrangeiros.

Numa economia globalizada, o capital externo castiga as economias que saem da linha. Os países estão interligados e os efeitos de uma crise atingem a todos. Veja um exemplo: com a desvalorização do real, a Argentina, maior parceiro comercial do Brasil na América do Sul, ficou em péssima situação. Nessa época a previsão de crescimento econômico dos argentinos era superior a 4%, com a escorregada do Brasil, a previsão é de um encolhimento de 5%.

A Globalização também mudou a estrutura do Estado Brasileiro, que abriu campo para as privatizações. Durante o processo de privatização das estatais, mais de 100 mil pessoas perderam o emprego. Outra conseqüência à automação e informatização, se por um lado se ganha em rapidez por outro lado, postos de trabalhos são fechados (Desemprego Estrutural). A 10 anos o país tinha 1 milhão de bancários, hoje eles são apenas 470 mil. A previsão é de que com a automatização das agências, esse número não passe de 300 mil. A modernização do Parque Industrial Brasileiro, fez 2 milhões de operários perderem o emprego. Ao todo 4 milhões de postos de trabalho desapareceram.

Desvalorização de nossa moeda, recessão, desemprego e a eterna ameaça volta da inflação... Globalização é só dor de cabeça para países como o Brasil?

* Muitos investimentos são aplicados principalmente de fábricas modernas e na compra de empresas. Milhões de empregos com salários mais altos e excelente qualificação profissional foram criados em setores de futuro da economia.

Clóvis Brigagão Dir. Adjunto Centro de Estudos das Américas: Podemos falar em setores de tecnologia de ponta, na área aeroespacial, na informática que o Brasil passou 20 anos sufocado por uma lei de informática antiquada e até antipatriótica, embora fosse denominada patriótica, nacionalista... também na área do desenvolvimento agropecuário, a EMBAPA que trabalha muito na genética de novos produtos, na agropecuária... essas são as áreas do futuro.

*Outra aparente vantagem da Globalização. Os brasileiro descobriram a Internet, o número de usuários da rede mundial de computadores no país saltou de 70 mil em 95 para 3 milhões e 400 mil em 98. um ritmo de crescimento que superou os de todos os outros países do mundo. A entrada Do Brasil no mundo globalizado, tornou o mercado de trabalho mais exigente, levando cada vez mais gente a fazer cursos de especialização; hoje mais de 20 milhões de brasileiros estudam inglês; 250 estão matriculados nas dez melhores faculdades americanas para fazer mestrado, há 20 anos esse número não passava de 25. a sociedade descobriu que a educação é o caminho certo para as conquistas, um lugar no mercado de trabalho que vem se modificando.

É! O desafio é grande. Por um lado a Globalização oferece oportunidades de crescimento aos países emergentes, por outro, impõe padrões tecnológicos, econômicos e políticos que muito prejudicam as economias desses mesmos países. Mas o maior problema não é esse. Essa expansão do Capitalismo com economia unicamente baseada na força do mercado vem provocando concentrações de renda, de terra e de tecnologia tão grandes que geram uma massa de excluídos e até podemos afirmar que já existe uma Periferia Abandonada, a África é o maior exemplo. Quase um continente inteiro abandonado pelo resto do mundo, simplesmente por não oferecer mais oportunidades de investimentos: e esquecido em sua riqueza cultural!

As leis do mercado podem condenar nações e seus povos ao abandono?

Nunca se esqueçam de uma coisa: os problemas não acontecem só na casa do vizinho. Hoje abandonaram a África, amanha quem sabe!
Você é jovem, ainda a tempo de fazer muita coisa, para vivermos num mundo melhor!